sábado, 27 de setembro de 2008

A inocência tem que ser preservada

Continuando a linha de abusos infantis escrevo mais um texto, pois minha indignação é tão grande que não consigo ficar sem fazer nada e acho que atrás de meus textos posso fazer você, caro leitor (a), refletir e ajudar a combater essa covardia.
Covardia essa que não esta relacionada só a violência sexual, mas também a agressão do abandono, os maus tratos físicos e psicológicos, o trabalho precocemente exigido, entre tantas outras.
Infelizmente, hoje em dia estamos presenciando uma mudança comportamental de nossas crianças, pois elas estão ficando amargas, desconfiadas, coléricas, deprimidas, estressadas, vacilantes, ansiosas e com um gigantesco medo do futuro. Posso afirmar essa colocação, pois sou professora e estou em contato direto com esses pequenos. E afirmo que as crianças de hoje tem medo da amanhã. Têm medo da pobreza, da violência, da doença, da solidão, da morte, de quase tudo, e o pior: estão perdendo a esperança.
A culpabilidade desse fato é nossa (adultos), pois estamos cercando nossas crianças de cobranças e responsabilidades, induzindo-as a amadurecerem mais depressa e cumprirem os compromissos que seus pais se recusam a assumir.
Estamos vivenciando desde cedo nossas crianças aprendem que se querem ser "alguém" na vida têm que ser competitivas e dominar uma série de habilidades que as coloquem à frente de seus colegas, futuros rivais. A desconfiança já começa a ser delineada no coração infantil. Some-se a isso mais um monte de reclamações dos pais acerca de dinheiro, impossibilidades, e ela percebe que viver neste mundo é tremendamente difícil.
Peço a todos que reflitam, pois criança tem que ter brilho no olhar, sonhos e principalmente esperança. Criança não nasce para ser saco de pancadas e muito menos para ser mais do que você conseguiu ser. Devemos sim incentivar a criança a estudar e ensiná-las que educação é base para a formação de um bom cidadão, mas sem muita pressão, pois quando percebermos que somos responsáveis pelo sorriso de nossas crianças, talvez fique mais fácil abrir mão de certas exigências que só têm nos escravizado mutuamente.

2 comentários:

☆ Sandra C. disse...

diga isso a meus pais.. heheh...

Valdeir disse...

Olá, Regi! Visitei seu blog e gostei. Concordo com você em relação ao texto "A Inocência tem que ser preservada". Isso me faz lembrar de pais que matriculam os filhos em diversos cursos ao mesmo tempo, não dando a estes a liberdade de viver a infância.
Fica com Deus!